Acupuntura

A acupuntura é uma técnica oriental que consiste em estabelecer o equilíbrio saudável do organismo por meio da aplicação de agulhas em pontos estratégicos do corpo. Tais pontos são conhecidos como meridianos.

O termo “acupuntura” é oriundo do latim “acus”, que significa agulha; e “puntura”, que remete ao ato de “picar”, “estimular”.

Essa prática é especialmente recomendada para promover a redução da dor diante de transtornos, tais como a fibromialgia e também desconfortos localizados nas costas. Ela também é pertinente para efetuar o tratamento de náuseas, vômitos em pacientes e também para a redução da tensão emocional, trazendo mais calma e relaxamento.

Mas onde e quando surgiu a técnica da acupuntura?

A acupuntura é uma prática que faz parte da tradição oriental. Ela surgiu em território chinês há aproximadamente dez mil anos.

De acordo com a antiga tradição da medicina chinesa, as doenças são o resultado do desequilíbrio interno do corpo. Tal desequilíbrio pode ser ocasionado por má alimentação, frio, calor, envelhecimento e até desgaste emocional. Diante disso, por meio da acupuntura, pontos vitais, estratégicos e energéticos do organismo são acionados graças ao estímulo de agulhas, visando assim restaurar o equilíbrio do corpo.

Na história da medicina oriental, a acupuntura teve períodos de apogeu e períodos de pouca visibilidade. Foi durante a dinastia Tang, entre os anos 618-907 D.C., que a acupuntura adquiriu notório destaque.

No Ocidente, essa técnica chinesa chegou à Europa por volta do século XIV, graças a exploradores e viajantes que visitaram o território chinês e de lá vieram trazendo novidades.

No Brasil, a técnica da acupuntura chegou no início do século XX, mais precisamente em 1908, com a vinda de imigrantes japoneses. No entanto, o seu período de maior popularidade em nosso país iniciou em meados da década de 70.

A acupuntura funciona por meio de estímulos de determinados pontos do corpo. Os referidos pontos estão localizados sob a pele, não na sua superfície, sendo assim, para que eles sejam estimulados da forma correta e com a devida segurança, a introdução das agulhas é efetuada em distintos graus de inclinação de acordo com a necessidade.

O sentido das agulhas, a duração da agulha na pele e a maneira de estimulação também dependem do tipo de transtorno que o paciente tem a intenção de tratar.

Massagem nas Olimpíadas

É um consenso. Uma Olimpíada pode e costuma movimentar não só o município que a recebe, mas também a região a sua volta e um país como um todo. Isso porque durante os dias que antecedem e durante o tempo de competição, milhares de atletas, técnicos e turistas em geral se aglomeram na cidade sede, trazendo assim uma necessidade de melhoria nos serviços, que representam boa parte da fatia financeira que os estrangeiros deixam naquele país.

No Brasil, que recebe as Olimpíadas de 2016 na cidade do Rio de Janeiro, não vai ser diferente e, por isso, os preparativos e as expectativas dos mais diversos tipos de estabelecimentos só se multiplicam.

Um dos setores que se movimenta para atender aos turistas, sejam eles estrangeiros ou brasileiros, é o de massagem. Isso porque essa prática que já é popular em nosso país tem tudo para aumentar ainda mais os seus atendimentos, sejam eles em atletas ou no público em geral.

As expectativas para atendimentos de atletas

Toda delegação possui sua equipe completa, o que geralmente inclui profissionais de massagem, por isso, entre as pessoas que atuam com a prática em clínicas ou casas de massagem não contam necessariamente com essa movimentação dos competidores. Porém, nada impede que após o período de eliminação ou durante uma estadia maior no município esses atletas frequentem esse tipo de casa como uma opção de lazer.

Especialistas consideram que esse tipo de movimentação é até provável já que todas as pessoas que trabalham com esporte sabem os benefícios da massagem no alívio de dores e recuperação muscular. Na fase que antecede os jogos ou apresentações em geral, a massagem pode ter um papel importante na tonificação e aquecimento de musculatura.

Após esse período de grande esforço físico, a massagem ajuda a recuperar a estrutura muscular e amenizar as dores adquiridas durante a competição.

Como devem acontecer os atendimentos para o público em geral

É neste mercado que estão as maiores expectativas dos profissionais, afinal, os turistas que estarão nas Olimpíadas estão munidos de dinheiro e disposição para relaxar ou se divertir. São essas pessoas que devem movimentar não só as clínicas em momentos de necessidades ou problemas musculares, mas até mesmo buscar as casas de massagem como forma de diversão.